Justiça Eleitoral libera ‘dissidentes’ do PMDB

A Justiça Eleitoral se declarou “incompetente” para julgar um protesto apresentado pelo senador Roberto Requião (PMDB) visando à notificação da executiva estadual do seu partido por descumprimento de normas estatutárias. A reclamação de Requião se refere à decisão da executiva em liberar os candidatos a deputado para participar de eventos e “dividir palanque” com candidatos ao governo de partidos e coligações concorrentes do PMDB.unnamed (28)
Requião queria que o TRE “enquadrasse” a executiva estadual na lei de infidelidade partidária pela deliberação. No entanto, a relatora do processo, Vera Lúcia Feil Ponciano, disse que a medida pretendida pelo senador é de responsabilidade da Justiça Estadual.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s