Requião: candidato da Dilma no Paraná

Implicante
 
Com o desempenho cada vez mais fraco de Gleisi Hoffmann, a direção central do PT aposta fichas em Requião na eleição paranaense. Só falta o povo do Paraná saber disso.
 
Como se sabe, o PMDB é mais que aliado do PT nacional, mas também exerce a vice-presidência e a ela concorre em 2014. Trata-se, portanto, de um PARCEIRO DE CHAPA, algo ainda mais forte que a mera aliança eleitoral estratégica. E não é por outro motivo que o PT, sendo o líder nesse quesito, faça do PMDB seu parceiro também em alguns pleitos estaduais.
 
Isso acontece em São Paulo (com Skaf) e no Rio (com Pezão): mesmo tendo candidatos próprios, o PT aposta fichas no parceiro PMDB por conta das melhores chances. E é exatamente isso que acontece no Paraná: a péssima situação de Gleisi Hoffmann faz com que a direção nacional petista aposte fichas no aliado e parceiro Requião.
 
Já avisamos sobre isso (veja aqui), e alguns mais radicais manifestam o “carinho da torcida” no Facebook (aqui).
 
Agora, a própria imprensa paranaense já começa a ver (e noticiar) o óbvio. E o mais engraçado é que os parceiros de Dilma não querem que ela chegue muito perto, porque sabem que isso significa prejuízo eleitoral. Na ocasião em que o PT nacional pretende testar o chamado “palanque duplo”, nem Gleisi ou Requião confirmaram presença.unnamed (31)
 
A estratégia dos candidatos é legítima do ponto de vista tático, mas é preciso que fique claro ao eleitor: VOTAR NO PMDB PARA O GOVERNO É VOTAR NO PARCEIRO DE CHAPA E ALIADO DE GOVERNO DO PT NACIONAL. Ponto. É um fato, ora, não adianta alguns candidatos fugirem disso apenas porque atualmente a Dilma está com o filme um tanto queimado (especialmente nas regiões Sul/Sudeste).
 
Quanto ao mais, é também legítima e até compreensível a movimentação do PT nacional, pois seus candidatos próprios não estão no auge da forma, digamos. Mas cabe a todos nós deixar claro aos demais eleitores que votar em alguns candidatos (seja Requião, Skaf ou Pezão) tem o mesmo efeito prático que votar no PT, diante da parceria na chapa (e no governo) da Dilma.
 
Aquele que não quer de jeito nenhum o PT e a Dilma novamente no governo federal, certamente também não quererá seus aliados e parceiros no governo estadual. Portanto, também é legítimo e até necessário informar quem são esses aliados e parceiros.
 
Requião, Skaf e Pezão, entre outros, estão no grupo. Saiba disso, caso pense em votar num deles.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s